A Garota No Trem, de Paula Hawkins.

Por Narah Lorrana - dezembro 13, 2016

Livro: A Garota no Trem

Título: A Garota no Trem
Autor (a): Paula Hawkins
Editora: Record
Páginas: 378
Ano: 2015

Sinopse: Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor. 

Resenha:
O livro nos apresenta Rachel, uma mulher de trinta e poucos anos e divorciada após descobrir que estava sendo traída. Quando ela saiu da casa do ex-marido foi morar com uma antiga amiga da época da universidade, Cathy.

Todos os dias Rachel pega o trem das 8h04 e vai para Londres a caminho de seu suposto emprego, o qual foi demitida por culpa da bebida, deste então, ela começou a inventar para Cathy que vai para o trabalho todos os dias, tudo para manter as aparências. Seu envolvimento com álcool começou depois que descobriu que não podia ter filhos e depois disso sua vida mudou.

No trajeto, o trem para em uma sinalização e Rachel observa a casa de número 15, lá mora um casal e ela acha que eles são perfeitos e tem uma vida perfeita e os nomeiam como Jess e Jason, mas na verdade chamam-se Megan e Scott.


Rachel descrevendo Jess (Megan) e Jason (Scott).
(ler antes de dormir)

Alguns anos atrás, Rachel morava nessa mesma rua, no número 23, com seu ex-marido, Tom. Agora, ele mora nessa mesma casa é casado com Anna, com quem tem uma filha, Evie.

Em uma sexta-feira, observando a casa do casal, Rachel vê Megan (Jess) beijando outro homem e muda completamente a sua opinião sobre o casal.

No sábado, após beber muito, Rachel vai a caminho da casa de Tom. No outro dia, ela acorda com ferimentos na cabeça e a boca machucada, mas não se lembra de nada do que aconteceu. Nesse mesmo dia, Megan (Jess) desaparece.

Anna informa a polícia que viu Rachel no dia do desaparecimento. Como Rachel estava bêbada e não se lembra de nada do que aconteceu, ela mente para a polícia sobre o que fez no sábado. Depois ela conta que viu Megan (Jess) com outro homem um dia antes do desaparecimento, mas por ser alcoólatra torna-se uma testemunha pouco confiável, sendo assim, Rachel decide desvendar esse mistério sozinha e faz de tudo para se lembrar de alguma coisa, mas, quanto mais ela se envolve mais ela corre perigo.

E então começa toda a investigação, suspeitas, perigo e suspense.


Livro: A Garota no Trem
(ler antes de dormir)

Que livro, hein?

Confesso que o começo eu não gostei, pensei até em abandonar a leitura, mas no momento que Megan desapareceu prendeu mais a minha atenção me convencendo ir até o final. Foi um livro muito viciante, mas não achei excelente. Para mim, o final poderia ter sido mais surpreendente, pois, até momento que se descobre todo o mistério estava de tirar o fôlego, mas o final foi muito clichê, merecia mais coisas.

O que mais gostei do livro é que ele narrado em três pesperctiva: a de Rachel, de Megan e de Anna. E também é dividido em períodos –manhã, tarde e noite.

É um livro que te faz querer encaixar tudo para decifrar o culpado. Eu culpei todos os personagens do livro, até conseguir encaixar os fatos. E eu gosto muito de tentar ficar descobrindo as coisas antes de serem desvendadas.

Apesar de ter me deixado com vontade de mais, de ter achado que o final poderia ter sido melhor, eu gostei do livro, sim. A maneira como a autora abordou a personalidade de cada personagem é interessante, achamos que esses tipos de personalidades estão ocultas na nossa realidade, mas estão presentes em todo lugar.

Empaquei no começo do livro, mas devorei todo o resto.

As opiniões são diversas, muitas pessoas não gostaram, muitas gostaram e muitas amaram. E vocês, o que acharam?


•••

"Eu simplesmente não conseguia largar o livro."
– Tess Gerritsen

"Viciante."
– Observer

"Uma leitura compulsiva."
– Marie Claire

"A Garota no Trem consegue fazer o mais difícil em um thriller: juntar peça por peça do que achamos que sabemos, até revelar aquele único detalhe que não conseguirmos antecipar."
– Entertainment Weekly

"A narrativa recheada de surpresas caminha para um clímax assustador, tão aterrorizante quanto uma batida de trem."
– Publishers Weekly

"Envolvente, arrebatador – um thriller de primeira linha." 
– S.J. Watson, autor do best-seller Antes de Dormir

  • Compartilhe:

Você pode gostar também...

6 comentários

  1. COMO ASSIM VOCÊ DOBROU COMPLETAMENTE A CAPA DO LIVRO?!?!?!?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me julgue. Hahahah
      O importante é que não amassou. ;)

      Eliminar
  2. Adorei 😍😍😍 deu até vontade de ler ❤ *Não dobra pelo AMOR de Deus

    ResponderEliminar
  3. Ainda não li o livro, vi apenas o filme, mas espero ter oportunidade de ler.
    Parabéns pelo blog, muito sucesso neste novo ano ^-^

    https://nerdechique.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é melhor, como sempre. Hahahah

      Muito obrigada! <3

      Eliminar