Uma vez você, uma vez eu, de Diego Martello.

Título: Uma vez você, uma vez eu
Autor: Diego Martello
Número de páginas: 184
Ano: 2015
Editora: Novos Talentos

Sinopse
Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles. Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.


Uma vez você, uma vez eu é um livro de ficção, escrito pelo autor Diego Martello. Foi publicado em 2015 pela Editora Novos Talentos da Literatura Brasileira. É uma leitura bastante intensa e repleta de reflexões. Conheça mais sobre essa história!

Willian, o personagem e narrador dessa história nos conta sua própria história de vida, suas conquistas e seus problemas. Ele é um jovem que tem problemas com o pai e ambos não se falam há um tempo e também lhe é carregado um grande peso por não conseguir engravidar sua esposa, Eva.


Após o pai de Willian sofrer um acidente e ficar impossibilitado de andar, William decide fazer uma visita e é nessa visita que ele chega a grandes conclusões.
A história é bastante intensa e os personagens são tão bem apresentados que nos identificamos com uns e nos familiarizamos com outros.


Recebemos a lição de que apesar dos problemas, ainda há esperança e que nunca devemos deixar o orgulho tomar conta de nossas vidas e de que nada adianta ter uma boa vida financeira e ser carregado de orgulho, pouca esperança e tristeza. É necessário rever os nossos conceitos e saber o porquê estamos vivos.

"Mas, então, por que não recomeçar desde agora? Quer aguardar a morte chegar para uma segunda chance? O que te impede? O recomeço não é um ponto de início, e sim parte do caminho como um todo. Caminhamos, todos os dias, pelo mesmo gramado, porém não há nada de errado em aprender a caminhar de forma mais leve".

Gostei de como o autor conduziu tudo, de como foi criativo e de como foi inteligente ao transmitir as suas mensagens de perdão, reflexão, arrependimento, soluções e amor.

"Você é como uma música que toca nos ambientes em que entra. Cabe a você ser agradável ou não. Nenhuma nota passa despercebida".

O livro é bem curtinho, tem 184 páginas, e por isso não me atrevo a contar-lhes muito mais do que isso sobre o enredo, afinal de contas, não quero poupar-lhes das deliciosas surpresas dessa trama. Mas já adianto que, apesar de pequeno, o livro é extremamente profundo e com boas surpresas e reviravoltas. Apesar de ser um drama fictício, a realidade não deixa de ser muito diferente.


A escrita do autor é excelente! Para mim, a leitura foi bem fluída, mas já conversei com outros leitores que acharam a linha de raciocínio um pouco pesada. Acredito que a maneira como um leitor leva uma história reflexiva depende muito de seu estado de espírito, é algo muito pessoal.

Recomendo MUITO essa história pra quem pede dicas de autores nacionais com uma trama envolvente e com boas surpresas e reviravoltas.

''Se um dia a vida não estiver exigindo de você, então você já não estará mais vivendo.''

Compartilhe:

Narah Lorrana

Narah Lorrana tem 17 anos e é uma capricorniana apaixonada pela arte. Ama ler, viajar, decorar e escrever sobre suas ideias. Para ela, não há nada melhor do que compartilhar suas paixões com outras pessoas. Reciprocidade sempre foi seu forte.

8 comentários

  1. Gosto muito de livros com reflexões, ja quero muito ler esse! Principalmente pelo desafio da densidade do conteúdo kkk
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Parece muito interessante Narah...e assim minha lista de leitura vai chegando ao infinito e além kkkkk
    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro livros que passam uma mensagem forte. Quando tem a ver com a família, meu interesse aumenta mais. Eu costumo gostar de livros mais dramáticos e densos, mas também depende do meu momento.
    Adorei a indicação, sua resenha e suas fotos. Parabéns, beijos.

    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderEliminar
  4. Olá!
    Esses livros que levam o leitor a refletir sobre a vida e a família são muito bons!! Como você escreveu, o autor não apresenta soluções, mas o leitor pode se identificar com determinadas situações e tirar alguma lição da leitura realizada. Ótima indicação!! Bjs!

    ResponderEliminar
  5. Oiiii flor, tudo bem??
    Adoro histórias com mensagens fortes, me interessei bastante por essa, principalmente pelas reviravoltas e surpresas, vou procurar saber um pouco mais sobre ela.
    Obrigada pela dica!

    ResponderEliminar
  6. Eu gosto de leituras assim, que provoquem os leitores a reflexões muitas vezes deixadas de lado justamente por conta do seu peso, ou não, pois são muitas vezes, situações normais da vida que nós precisamos saber confrontar e nos tornarmos completos. Gostei. Beijo.

    ResponderEliminar
  7. O livro parece tratar de lições importantes da vida. Gostei da sugestão!

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia o livro, achei a proposta bem interessante. Fiquei curiosa para ler!

    ResponderEliminar